Como o Diretor de ‘Anjos da Noite’ Fez um Filme de Baixo Orçamento Parecer um Blockbuster

Os filmes de ação frequentemente têm orçamentos substanciais devido às acrobacias elaboradas e aos efeitos visuais necessários para criar cenas empolgantes. No entanto, o filme “Anjos da Noite” de 2003, conhecido como “Underworld” em inglês, é um exemplo notável de como um diretor talentoso pode realizar uma produção de alta qualidade com um orçamento limitado.

Neste artigo, exploraremos como o diretor da franquia “Anjos da Noite”, Len Wiseman, conseguiu transformar uma produção de baixo orçamento em um filme que parecia um blockbuster de grande escala.

Desafios Iniciais:

Quando “Anjos da Noite” estava nos estágios iniciais de desenvolvimento, o orçamento era uma preocupação fundamental. Com um financiamento de apenas US$ 16 milhões, a equipe de produção enfrentou desafios significativos. Além disso, muitos membros da equipe estavam trabalhando em seus primeiros longas-metragens, o que adicionou uma camada extra de complexidade ao projeto.

Len Wiseman, o diretor do filme, tinha experiência anterior em videoclipes e comerciais, mas dirigir um longa-metragem era um território novo para ele. Ele compartilhou com o Collider que aprenderam sobre os procedimentos de filmagem à medida que avançavam:

“Eu já tinha feito videoclipes e comerciais antes – especialmente trabalhando em adereços, você está muito mais consciente de uma unidade de inserção que entrará e fará o trabalho real detalhado das balas que estão sendo recolhidas ou das inserções de uma arma. Não tínhamos isso, então eu estava tentando passar o dia fazendo as sequências de ação.

Mas também precisávamos de um close da câmera no chão que Selene capta, ou apenas de uma bala que atinge o chão e ricocheteia. Então comecei a contratar um operador de câmera ou alguém, e disse: ‘Agora você está fazendo a inserção’. Há muitos aumentos de cargos e títulos à medida que avançamos.”

Orçamento Limitado, Soluções Criativas:

À medida que o projeto “Anjos da Noite” começou a atrair o interesse de produtores, Len Wiseman enfrentou um dilema comum em Hollywood: o desejo de obter um orçamento maior para realizar sua visão. Ele citou exemplos de diretores que conseguiram aprovação para orçamentos mais generosos após o sucesso inicial de seus filmes. No entanto, Wiseman também destacou a incerteza dessa abordagem:

“Foi uma época difícil de navegar porque, nas palavras de Wiseman, “você não sabe onde vai cair”. Com um orçamento limitado e uma equipe relativamente inexperiente, o diretor tomou a decisão de trabalhar com os recursos disponíveis e ser criativo na resolução de problemas.

Como o Diretor de 'Anjos da Noite' Fez um Filme de Baixo Orçamento Parecer um Blockbuster

Legado de “Anjos da Noite”:

“Anjos da Noite” completou 20 anos este mês e ainda mantém uma base de fãs leais. O filme foi pioneiro em conectar vampiros e lobisomens, tornando-se um marco na cultura pop. Além disso, o filme marcou Kate Beckinsale como uma estrela de ação e estabeleceu Len Wiseman como um diretor talentoso.

Wiseman continuou a dirigir “Anjos da Noite: Evolução” e produziu as sequências da franquia. Seu trabalho na produção de filmes com orçamentos limitados, mas com qualidade de blockbuster, é um exemplo inspirador para cineastas aspirantes que desejam transformar visões criativas em realidade, independentemente das restrições orçamentárias.

“Anjos da Noite” permanece como um testemunho da habilidade de contar histórias e criatividade em superar limitações financeiras, tornando-se um clássico cult querido pelos fãs do gênero de ação e horror.

Via Collider

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *