Distrito 10 – Sequência confirmada após 12 anos do original

O que podemos esperar da continuação do filme de ficção científica?

Desde o lançamento do aclamado “District 9” em 2009, fãs do gênero de ficção científica aguardavam ansiosamente por uma continuação. Agora, após 12 anos do lançamento do filme original, foi confirmado que uma sequência está em desenvolvimento.

Com o anúncio, muitas perguntas surgiram sobre o que podemos esperar da continuação do filme dirigido por Neill Blomkamp. Abaixo, destacamos alguns pontos que os fãs devem ficar atentos.

Retorno de Neill Blomkamp à direção

O diretor do primeiro filme confirmou que está envolvido no projeto da sequência. Ele já havia revelado em entrevistas anteriores que havia planejado uma trilogia para “District 9”, mas que problemas financeiros acabaram impedindo a realização dos outros dois filmes. Com a continuação agora em desenvolvimento, os fãs podem esperar o retorno de Blomkamp à direção.

Sim, ele também dirigiu Chappie.

Possível retorno de Sharlto Copley ao papel principal

Ainda não foi confirmado se o elenco do primeiro filme retornará para a sequência. No entanto, muitos fãs esperam que Sharlto Copley, que interpretou o protagonista Wikus van de Merwe, retorne para o papel. Além disso, é possível que novos personagens sejam introduzidos na trama.

Atorzão muito versátil

Exploração da origem dos alienígenas

A trama de “District 9” se passa em um futuro próximo na África do Sul, onde uma nave alienígena pousa na Terra e seus tripulantes são forçados a viver em um gueto conhecido como Distrito 9. A continuação deve explorar mais o universo criado no primeiro filme, incluindo a origem dos alienígenas e seu objetivo na Terra.

Ok, só percebi essa semelhança quando comecei a escrever essa matéria, e faz todo sentido.

Efeitos visuais de alta qualidade

Um dos pontos fortes do primeiro filme foram seus efeitos visuais impressionantes, que renderam uma indicação ao Oscar. É esperado que a sequência mantenha o alto nível de qualidade visual, principalmente considerando os avanços tecnológicos na última década.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *