Mark Hamill defende reformulação de Luke Skywalker em Star Wars: “Sem necessidade de CGI

A estrela original acredita que a saga deve limitar o uso de computação gráfica para rejuvenescer o personagem.

Mark Hamill, a estrela original que deu vida a Luke Skywalker na icônica saga Star Wars, está defendendo uma mudança na forma como o personagem é retratado. Em uma recente entrevista à Esquire, Hamill expressou sua opinião sobre o uso excessivo de computação gráfica para rejuvenescer os atores, especificamente em relação ao jovem Luke.

Embora tenha aparecido em vários filmes da franquia e até mesmo em episódios de The Mandalorian e The Book of Boba Fett, Hamill chamou a atenção nos últimos tempos devido ao uso de deepfake para trazer de volta o jovem Luke. No entanto, ele acredita que é hora de limitar o uso dessa tecnologia e repensar a forma como o personagem é apresentado.

Após a morte de Luke em “The Last Jedi”, Hamill expressou suas discordâncias criativas em relação à série. No entanto, ele foi abordado pelos showrunners de The Mandalorian, Jon Favreau e Dave Filoni, e ficou impressionado o suficiente com o programa para concordar em voltar. No entanto, a ideia de utilizar CGI para rejuvenescer o personagem o incomodou. Hamill acredita que não há necessidade de continuar as aventuras pós-“O Retorno de Jedi” com um jovem Luke através do uso de computação gráfica. Ele defende a escolha de um ator apropriado para a idade.

Embora o futuro de Luke Skywalker na franquia ainda seja incerto, Mark Hamill continua sendo uma figura importante e respeitada pelos fãs. Sua opinião sobre a reformulação do personagem traz à tona uma discussão relevante sobre o uso de tecnologia e a preservação da essência do personagem. A saga Star Wars pode estar prestes a passar por mudanças significativas na forma como retrata um dos seus protagonistas mais queridos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *